top of page

Troca de comando na Unilever; Crédito antidesperdício

O CEO da Unilever, Alan Jope, vai deixar o cargo no final de 2023. A gigante dos bens de consumo está sob pressão dos investidores para voltar a crescer — e alguns descontentes afirmam que o foco excessivo em sustentabilidade é parte do problema.

A companhia anunciou na manhã de segunda-feira o início da procura do substituto de Jope. Quando sua gestão chegar ao final, ele terá comandado a empresa por cinco anos.

A tentativa fracassada de adquirir o braço de saúde do grupo GSK no final do ano passado, um negócio de quase US$ 70 bilhões, é apontada como um dos estopins da crise de confiança.

No início deste ano, grandes investidores começaram a se mobilizar publicamente contra Jope.

12 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page