No Dia Mundial da Segurança dos Alimentos


Prevenir, detectar e gerenciar os riscos que um alimento pode transmitir em seu consumo é essencial não só para a saúde, como para prosperidade econômica, agricultura, turismo e para o desenvolvimento sustentável. Por isso o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos, celebrado no dia 7 de junho, tem tanta importância.

Neste sentido, os produtos da Camponesa, marca de lácteos da Embaré, são exemplos de como seguir rigorosos padrões de qualidade e segurança. “O alto padrão de qualidade da indústria, que segue normas internacionais, além do trabalho contínuo em pesquisa e desenvolvimento permitem que a empresa ofereça o melhor do leite para os consumidores. Prova disso são as certificações que já conquistamos ao longo dos anos”, destaca Luiz Augusto Rezende, gerente de garantia de qualidade da Embaré.

Uma delas é FSSC 22000‍ (Certificação de Sistema de Segurança de Alimentos), que estabelece os requisitos para a produção e colocação no mercado de produtos e alimentos que são seguros para os consumidores. A norma FSSC 22000 integra ISO 22000:2018 e ISO/TS 22002-1, é apoiada pela Confederação das Indústrias Alimentares da UE (CIAA) e aprovada pela Global Food Safety Initiative (GFSI).

Além disso, recentemente, a Embaré recebeu a certificação Halal em sua fábrica de Patrocínio, Minas Gerais. A certificação atesta que a empresa, seu processo e seus produtos seguem os requisitos e critérios determinados pela jurisprudência islâmica. Dessa forma, permite à fábrica a abertura e desenvolvimento de mercados islâmicos tanto diretamente para consumidor, quanto para indústrias (B2B) que busquem ingredientes lácteos (leites em pó) com a certificação para processamento de outros alimentos.

6 visualizações0 comentário