Campanha une sociedade civil e Estado para correto descarte de embalagem


O Ministério do Meio Ambiente e a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas (Abir) assinaram um acordo de cooperação técnica para realização de campanhas de conscientização sobre o descarte adequado de embalagens.

O acordo também prevê apoio às ações do plano nacional de combate ao lixo no mar e do programa nacional “Rios +Limpos”. Tampas, lacres e argolas de garrafas, garrafas e garrafas PET representam 20% dos itens coletados. A primeira campanha, intitulada “Crie esse Hábito”, será lançada em maio nas redes sociais da Abir e do MMA, com objetivo de auxiliar a sociedade no descarte consciente de embalagens utilizadas em casa.

A Abir é representante de 71 fabricantes de bebidas não alcoólicas, que respondem por 90% do mercado. Entre as empresas estão Coca-Cola, Pepsico, Ambev e Heineken, além de médias e pequenas regionais. Para o secretário de qualidade ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França, a capilaridade do setor representa um grande potencial para aumentar o engajamento das pessoas com o tema.

De acordo com o presidente da associação, Victor Bicca, o acordo reitera os esforços da indústria para a preservação ambiental. Segundo a Abir, as associadas recuperaram 23,6% de todo o material de embalagem utilizado nos últimos dois anos, totalizando mais de 176 mil toneladas. Neste mesmo período, R$ 16,7 milhões foram investidos em programas de apoio a cooperativas de catadores de materiais recicláveis.

Ainda de acordo com Bicca, além da coleta e recuperação de embalagens, o setor de bebidas tem aumentado a aposta nas embalagens retornáveis. Depois de utilizadas, elas passam por processos de limpeza, desinfecção, controle de qualidade e inspeção e voltam a uso. Esse processo garante que as garrafas retornáveis PET possam ser usadas 15 vezes e as de vidro, 35.

63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo