Brasilata divulga primeira edição do seu Relatório de Sustentabilidade


A Brasilata deu passos importantes nos últimos anos e está vivenciando um novo momento. Como parte deste processo de transformação, a empresa acaba de divulgar a 1ª edição do seu Relatório de Sustentabilidade (RAS), elaborado de acordo com as orientações de padrão global da Global Reporting Initiative (GRI) e alinhado aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). A empresa também sai na frente como a primeira do setor de embalagem de aço a divulgar seu desempenho em um Relatório de Sustentabilidade. “Este material é como se fosse a nossa pedra fundamental, abrangendo dados da empresa dos anos 2019, 2020 e 2021, e um Raio X atual da Brasilata, uma empresa que sempre inovou o mercado de embalagem de aço”, menciona Cinthia Squadrani, Gerente de Marketing da Brasilata ao reforçar que essa primeira etapa mostra o compromisso da empresa com a transparência e com o avanço da indústria.

O relatório é dividido em vários tópicos: Gestão de Resíduos e de Materiais Perigosos; Saúde e Segurança Ocupacional; Gestão de Águas e Efluentes; Gestão de Energia; Mitigação e Adaptação às Mudanças no Clima; Relacionamentos com as Partes Interessadas; Diversidade e Inclusão; Ética e Governança Corporativa. Ele também mostra todas as políticas e certificações da Brasilata; conta com uma mensagem do Diretor Superintendente da Brasilata, Tiago Heleno Forte sobre o novo momento da empresa em sua gestão; assim como os esforços, desafios e conquistas da companhia nos anos mais afetados pela pandemia. O relatório também traz um balanço financeiro de 2021, que inclusive foi um ano de crescimento para a Brasilata com aumento de rentabilidade e alcance de receita bruta de R$ 1.2 bilhão.

“A sustentabilidade se apoia em três pilares que é o ambiental, econômico e social. O relatório abrange o desempenho de cada um deles e conseguimos mapear todas as nossas ações e tudo o que a empresa fez nestes três âmbitos, permitindo saber onde nós estamos e onde precisamos trabalhar para aperfeiçoar o desenvolvimento sustentável”, explica Ana Carolina Luccarelli, Analista de Sustentabilidade Sênior da Brasilata, ao mencionar que o relatório é um ato de responsabilidade e cooperação empresarial. “Quando falamos de sustentabilidade e ESG entendemos que cooperação é a palavra-chave, e assim queremos estabelecer um canal aberto para as iniciativas do setor como um todo, pois somando forças a gente chega mais longe no desenvolvimento sustentável. Que esse relatório seja um ponto de apoio para todos os fornecedores de latas de aço”.

52 visualizações0 comentário