top of page

Ambev coloca o ecossistema da latinha no centro do Carnaval


Chegou a melhor época do ano e, após dois anos de restrições, é hora de colocar o bloco na rua. Para embalar os foliões neste Carnaval, a Ambev aposta na latinha! Sim, é ela a dona da festa, a que movimenta todo um ecossistema que vai de vendedores ambulantes a catadores de materiais recicláveis, gerando impacto positivo e renda para os trabalhadores da festa mais amada pelos brasileiros.

Para abrir os primeiros dias de folia, a Ambev recriou a tendência das roupas e acessórios feitos com lacres de latinhas. A antiga moda voltou como uma representação do material que sustenta o trabalho de catadores e ambulantes durante o Carnaval. Neste ano, são mais de 30 mil parceiros cadastrados para trabalhar com a companhia durante os blocos.

Além de apoiar o trabalho dos ambulantes e fornecer os kits com materiais de vendas, a companhia fez um treinamento obrigatório sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas e enfrentamento ao assédio, junto com a Think Olga, consultoria de inovação social que ajuda a criar soluções para as desigualdades de gênero.

As bebidas em lata, alcoólicas e não alcoólicas, fazem parte da história da Ambev e do Carnaval, por serem mais seguras para os que curtem a festa na rua. Além de serem feitas de material totalmente reciclável, o Brasil tem um excelente desempenho quando se trata de reciclagem de latas de alumínio: a taxa, que há 10 anos já era de 95%, saltou para 99%, de acordo com a Abralatas. Para valorizar ainda mais esse ecossistema, em 2020 a Ambev inaugurou uma fábrica própria para produção de latas de alumínio. Hoje, a taxa de alumínio reciclado presente nas embalagens de seus produtos é de 77%.


bottom of page