Venda de latas cresce e setor investe R﹩ 2 bi em expansão até 2022


Num ano de pandemia, mercado instável e dificuldades, a latinha de alumínio para bebidas foi na contramão e registrou um crescimento de 7,3% em 2020 no Brasil. Um total de 32 bilhões de latas foram comercializadas, um recorde, com faturamento bruto de R﹩ 17,5 bilhões. A pandemia mudou o perfil de consumo das bebidas, fazendo com que as pessoas consumissem mais em casa, principalmente no mercado de cerveja, favorecendo o resultado positivo do setor das latas de alumínio.

Em virtude do crescimento sequencial ao longo dos últimos anos, o setor encontra-se em plena expansão. Em 2020, duas novas fábricas foram inauguradas e a ampliação de linhas de produção já existentes resultaram em investimentos de cerca de R﹩ 1 bilhão. Atualmente o Brasil é o terceiro maior mercado consumidor da lata de alumínio, atrás da China e dos Estados Unidos.

5 visualizações0 comentário