Tirolez dá destino sustentável para efluentes resultantes do processo fabril


Consciente da responsabilidade ambiental que exerce, sobretudo na proximidade de suas plantas industriais, a Tirolez, avalia cada detalhe de seu processo produtivo. Em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV), a empresa destina de maneira sustentável os efluentes resultantes do processo fabril, a partir da fertirrigação do solo. A iniciativa, além de gerar benefícios para a lavoura local, reduz o volume de efluentes que seriam lançados em rios após o tratamento.

João Vitor Ferreira, Gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Tirolez, ressalta que a parceria com a UFV começou a partir de um projeto de iniciação científica para análise da composição de alguns dos efluentes resultantes dos processos fabris. “Os resultados do estudo impressionaram e levaram ao entendimento de que a aplicação dos efluentes no solo poderia gerar benefícios para a lavoura, devido à presença dos elementos químicos, que são a base de nutrição de plantas”, explica.

O projeto foi aprovado em 2020 e as atividades já começaram em abril de 2021, com a aplicação média de 300m³/mês de efluentes via fertirrigação em uma propriedade parceira no município de Arapuá (MG).

7 visualizações0 comentário