Tetra Pak investe recursos para aumentar o valor de suas embalagens encaminhadas para a reciclagem


Em 2020, a Tetra Pak Brasil reciclou 108 mil toneladas de embalagens, o equivalente a 43,7% de toda a sua produção. Para que esse número continue crescendo, a empresa anuncia o projeto Rede Longa Vida, um sistema inédito de rastreamento das caixinhas coletadas e entregues à reciclagem. Desenvolvido em parceria com a startup Polen e utilizando a tecnologia do blockchain, o programa inédito visa estimular a destinação correta das embalagens e a valorização do trabalho dos profissionais da reciclagem em todo o Brasil com créditos financeiros.

No sistema da Rede Longa Vida, o volume novo de embalagens que não estavam sendo recicladas vale 20% a mais do valor original e a Tetra Pak fica responsável pelo pagamento do percentual adicional. A tecnologia do blockchain é utilizada para o rastreamento dessas embalagens e para garantir a segurança dos dados.