Tecnologia RFID é tendência no setor de cosméticos


A nova realidade trazida pela Covid-19 acelerou processos tecnológicos e tem exigido adaptações de toda a cadeia de varejo no Brasil e no mundo. Diversos setores, como o de cosméticos, têm encontrado no sistema RFID (etiquetas de identificação por radiofrequência) a tecnologia fundamental para acompanhar a mudança de comportamento do consumidor, que busca, principalmente, segurança e facilidade no ato da compra.

Ao permitir a transferência sem fio de dados de etiquetas eletrônicas a um leitor compatível, o RFID identifica de forma única cada produto. Isso possibilita que as empresas ofereçam aos seus clientes melhores experiências de compra como, por exemplo, pagamentos feitos diretamente dos smartphones e soluções móveis de check and go, para facilitar compras sem contato, encerrando filas de pagamento e, consequentemente, aglomerações.

Uma das grandes barreiras para utilização do RFID no setor cosmético era a necessidade de inlays suficientemente pequenos, que fossem compatíveis com as embalagens dos produtos, como batons e outros itens de maquiagem, que costumam ter apresentação compacta.

23 visualizações0 comentário