top of page

RES Brasil tem incentivo da ONG FUNVERDE para o uso de plástico biodegradável


Hoje tem-se o plástico como um vilão do meio ambiente, e por isso visam a substituição deste material no mercado. Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), em todo o planeta, são descartados cerca de 8 milhões de toneladas de lixo plástico no oceano.

Só que o plástico, na verdade, pode ser o maior aliado da natureza, mas pouco se faz para tornar ele o protagonista neste combate contra a poluição. Para isso, é necessário torná-lo biodegradável, o que segundo Eduardo Roost, CEO da RES Brasil, é facilitado com a tecnologia d2w.

“É muito simples tornar o plástico biodegradável. Basta adicionar o grão masterbatch d2w no início de sua produção. A utilização do d2w é uma camada de segurança, acelerando o seu processo de biodegradação no meio ambiente. Claro que o objetivo não é incentivar o descarte inadequado, mas sim prevenir quando o pior acontecer”, comenta Eduardo.

A greentech está no mercado há mais de 20 anos e conta com um grande parceiro há 17 anos. Trata-se da FUNVERDE, uma Organização Não Governamental que visa melhorar o meio ambiente ao seu redor, no Brasil e no mundo. Sediada em Maringá, a ONG busca apoiar projetos que visem o bem estar do meio ambiente, seja com divulgação, ou até mesmo com rede de networking para realização de negócios. Com a RES Brasil a parceria nasceu após Claudio José Jorge ler mais sobre seus produtos, e ver que o trabalho do Eduardo era sério e acompanhado de laudos comprobatórios.

Comments


bottom of page