Rayflex destaca tecnologias para garantir segurança e qualidade na fabricação de chocolates


A Páscoa é, sem dúvida, a data mais doce do ano e está às portas dos brasileiros com novidades saborosas do mercado de chocolates. Para que essas delícias possam chegar inteiras nas mãos dos consumidores, é necessário que durante o processo de fabricação e estocagem uma série de protocolos de segurança e qualidade sejam seguidos. Uma das empresas que contribui para isso é a Rayflex, maior referência nacional na fabricação de portas rápidas no Brasil e América Latina para a indústria, que tem no portfólio fabricantes como Kopenhagen, Ofner, Cacau Show, Nestlé, Lacta e Garoto.

Nos ambientes internos, as portas rápidas flexíveis oferecem vedação completa da entrada de insetos, poeira e agentes contaminantes, cuidado essencial na fabricação de todos os tipos de alimentos. No caso dos chocolates, ainda é preciso se preocupar com a temperatura, devido ao processo de temperagem e resfriamento. “A alta velocidade ao abrir e fechar uma porta minimiza a transferência de ar, assegurando a temperatura e climatização ideal de ambientes como na linha de produção de chocolates”, afirma Giordania R. Tavares, CEO da Rayflex.

Ainda, segundo a executiva, a vedação das portas contempla as quatro extremidades, sendo 100% estanque, auxiliando no processo de fabricação de ponta a ponta. “Nossas portas possibilitam o controle rigoroso de temperatura e contaminação desde a chegada da matéria prima e embalagens até a expedição do produto pronto. Tudo isso contribui para que os fabricantes minimizem perdas e desperdícios e o consumidor tenha o chocolate em perfeitas condições para consumo e apreciação”, pontua.

14 visualizações0 comentário