top of page

Papirus tem dupla vitória no Prêmio ABRE em reconhecimento à excelência em embalagens


A Papirus, uma das principais fabricantes de papelcartão do País, foi destaque da 23ª edição do Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira nas categorias “Impacto Social – Troféu Grand Prix ABRE” e “Estratégica - Solução em Varejo e E-commerce”, em reconhecimento à excelência em inovação e criatividade dos cases Aedes do bem e Vitabox, respectivamente. A cerimônia de premiação aconteceu nesta quinta-feira (21/09), em São Paulo (SP).

“Essas conquistas reforçam a nossa busca contínua pela inovação e por soluções sustentáveis e renováveis que agregam valor ao mercado e proporcionam uma experiência única aos consumidores, assegurada pela qualidade de nossos cartões e das embalagens fabricadas a partir deles”, diz Amando Varella, Co-CEO e diretor Comercial e de Marketing da Papirus.

A vitória na categoria “Impacto Social – Troféu Grand Prix ABRE” se deveu à embalagem criada pela empresa de biotecnologia Oxitec, que integra um projeto para combater a dengue, o “Aedes do bem”. A caixa é feita em papelão onda B, utilizando acoplamento de papelcartão Vitaliner 225 g/m², da Papirus.

Neste projeto, algumas residências receberam caixas contendo ovos de mosquitos machos que carregam uma característica autolimitante. A partir das caixas, os chamados Aedes do Bem se dispersam pela área urbana ao redor, procurando por fêmeas Aedes aegypti para se acasalarem. As fêmeas que acasalam com o mosquito autolimitante geram apenas mosquitos machos (que não picam), e o resultado disso é o controle da infestação do mosquito na área tratada.

A Papirus também foi destaque na categoria “Estratégica - Solução em Varejo e E-commerce”, conquistando o bronze com a embalagem Vitabox, desenvolvida em parceria com a Irani Papel e Embalagem e usada pela a Cheftime, marca de gastronomia do Pão de Açúcar.

Solução sustentável e renovável destinada ao mercado de delivery, take away e fast food, a embalagem é composta por papelcartão nos recipientes internos, e papelão ondulado na caixa externa. A solução é 100% reciclável, com os potes tendo sido produzidos com fibras provenientes de base florestal renovável, enquanto a caixa externa foi desenvolvida com matéria-prima reciclada, oriunda de aparas de papelão ondulado pós-consumo.

Comentários


bottom of page