Papirus avança no projeto de modernização da fábrica


A Papirus, avança no plano de investimentos para ampliar sua capacidade produtiva para 125 mil toneladas/ano, e acaba de concluir o processo de troca de sua bobinadeira e o retrofit de diversas áreas, em um total de cerca de 700 intervenções em diferentes pontos da fábrica, além de inaugurar a nova área de movimentação e armazenagem de produtos acabados.

"Fizemos uma parada de nove dias para substituir a bobinadeira por outra nova e automatizada, e neste período aproveitamos para fazer um retrofit e tomar medidas preventivas na máquina como um todo, incluindo a área de preparação de massa, entre outras", afirma Antônio Pupim, Diretor Industrial e um dos três co-CEOs da Papirus.

Ele conta que uma intervenção importante foi no acionamento da máquina, passando dos atuais 450 para 500 metros por minuto. Para atingir essa velocidade, também foi necessário remodelar o sistema de vapor e extração de condensado, dando maior capacidade de secagem. Com estas ações, a Papirus estará em condições de atingir a capacidade de produção de 110 mil toneladas/ano de imediato, assim que a máquina estiver estabilizada.