N.OVO se torna foodtech com autonomia para revolucionar a produção de alimentos no Brasil


Pioneira no Brasil ao produzir e oferecer um substituto para ovos, a N.OVO nasceu dentro do Grupo Mantiqueira, em 2019, quando Amanda Pinto, que na época atuava dentro da empresa, estava observando as tendências globais e percebeu que alimentos plant based eram a solução que buscava para grandes problemas globais que são gerados pela forma com que os alimentos são produzidos. Com a ideia de inovar dentro do mercado alimentício, convenceu a Mantiqueira a sair na frente para liderar essa discussão e oferecer a primeira alternativa de produto substituto para ovos em receitas no Brasil. Hoje, a foodtech é uma spin off do grupo e segue visando seu crescimento rápido, que em 2021 dobrou seu número de colaboradores e cresceu em torno de 60%, comparado ao ano anterior.

“A decisão de apartar as empresas e nos tornarmos uma startup independente faz parte de nossa estratégia de crescimento. Com autonomia em nossa operação, agora temos maior abertura para focar no desenvolvimento do negócio e na criação de mais produtos inovadores, atingindo nosso objetivo de ser uma linha completa de alimentos plant based e estimular ainda mais a mudança de hábitos alimentares e atitudes das pessoas”, explica Amanda Pinto, fundadora da N.OVO.

Todos os produtos são elaborados com as mais modernas tecnologias do setor alimentício, para replicar sabor, textura, cheiro e aparência das comidas de origem animal, trazendo nutrição com inovação ao prato dos brasileiros.

Foi em 2017, quando ninguém ainda falava sobre a inovação em alimentos à base de plantas no Brasil, que Amanda passou a olhar para este mercado. “Na época, eu era head de marketing e inovação da Mantiqueira e sempre me perguntava qual era a melhor forma de produzir comida, considerando, além de nutrição e sabor, o uso de terras e bem estar animal. Passei a pesquisar sobre o assunto, fui até o Vale do Silício e visitei diversas startups para adquirir mais conhecimento e entender como trazer essa ideia para o Brasil”, comenta Amanda.

8 visualizações0 comentário