Klabin e HEINEKEN vão criar território 100% circular para embalagens no Brasil


Com o objetivo de tornar Telêmaco Borba, cidade de aproximadamente 80 mil habitantes no interior do Paraná, o primeiro território 100% circular em embalagens do País, a Klabin, e o Grupo HEINEKEN, se uniram para uma parceria inovadora em prol do meio ambiente. A iniciativa visa dar a destinação correta a todos os resíduos sólidos recicláveis do município, que deverão ser transformados, reaproveitados ou reciclados, evitando que sejam enviados para aterros sanitários. O objetivo é que o modelo seja possível de ser repetido em todas as cidades.

O projeto Território 100% Circular em Embalagens (TC100), estruturado em 2020 pelo Hub Incríveis -- rede de inovação criativa que surgiu com o objetivo de reinventar o uso de embalagens -- ganhou ainda mais potência com a chegada das duas empresas e com o apoio do ViraSer, programa de logística reversa que atua para acelerar, qualificar e profissionalizar os sistemas de coleta seletiva nos municípios. A expertise das companhias, que possuem áreas de atuação distintas, possibilita melhor gestão dos resíduos, principalmente na cadeia do papel, vidro e alumínio.

Entre os principais desafios do projeto está o de aumentar ao máximo a reciclagem de embalagens. Para isso, na primeira fase do TC100, que ocorreu em 2021 e foi patrocinada pela Klabin, foi realizado um diagnóstico detalhado da quantidade de materiais de embalagens reciclados e comercializados pela cooperativa local, além da medição do total de materiais direcionados para o aterro. Esse levantamento identificou que apenas 11,7% das embalagens de Telêmaco Borba são recuperadas via coleta seletiva ao ano.

Foram mapeados os principais problemas e desafios da gestão de resíduos e apontadas medidas para elevar este potencial de reciclabilidade, unindo esforços da prefeitura e cooperativas, cidadãos e empresas. As ações incluem melhorias na estrutura das cooperativas, aperfeiçoamento das políticas públicas, formação e desenvolvimento de lideranças, iniciativas de educação ambiental e a criação de uma rede de comercialização de reciclados.

10 visualizações0 comentário