top of page

Fugini Alimentos investe em sustentabilidade e eficiência logística


A Fugini, empresa brasileira, líder no mercado de molhos de tomate, está avançando em sua missão de sustentabilidade ao implementar uma relevante iniciativa para reduzir o consumo de filme stretch em sua cadeia logística. A introdução de uma máquina robô, aplicadora da solução, permitiu à empresa reduzir o uso desse material em 50%, contribuindo não apenas para a eficiência operacional, mas também para a preservação do meio ambiente.

De acordo com Raissa Ninelli, diretora da Fugini, o filme stretch desempenha um papel crucial no armazenamento, fixação e transporte das mercadorias em paletes – plataforma usada para empilhar ou movimentar mercadorias –, sendo considerado indispensável na logística moderna. No entanto, a companhia reconhece a importância de encontrar maneiras de minimizar o impacto ambiental associado ao seu uso, ao mesmo tempo em que otimiza a eficiência e reduz os custos de embalagem.

“Ao investirmos em uma máquina para que o stretch seja aplicado de forma automatizada, um palete que anteriormente exigia uma média de 562 gramas de material para ser envolvido manualmente, agora requer apenas cerca de 281 gramas. Para uma empresa que trabalha, por exemplo, 250 dias por ano e envolve uma média de 20 paletes por hora, a economia de filme é estimada em mais de 15 toneladas por ano. Essa redução significativa no desperdício de plástico contribui para a preservação dos recursos naturais e para a redução das emissões de carbono associadas à produção, transporte e descarte de materiais de embalagem”, destaca a executiva.

コメント


bottom of page