Braskem estreia na reciclagem química pela Nexus


Sem abrir investimento e a participação societária, a subsidiária norte-americana da Braskem divulgou em 1 de fevereiro ter ingressado como acionista minoritária no controle da recicladora Nexus Circular LLC.

Com planta comercial de 50 t/dia em Atlanta, capital do estado da Geórgia, a Nexus tem nome feito na gestão de resíduos e conversão por pirólise de resíduos plásticos de complexa reciclagem mecânica, caso de embalagens flexíveis pós-consumo, em resinas virgens ou produtos como gasolina, querosene, diesel, óleos pesados e ceras.

O investimento da Braskem America salienta seu comprometimento com a economia circular, tal como a unidade de reciclagem mecânica de 14.000 t/a que a petroquímica brasileira parte este ano em Indaiatuba (SP), para recuperar resíduos rígidos pós-consumo de suas poliolefinas. Entre os clientes da Nexus, por sinal, despontam nos EUA as petroquímicas Shell Chemical e Chevron Phillips.

Quanto a esta última, uma de suas subsidiárias formalizou em 16 de dezembro passado investimento não pormenorizado na Nexus, tal como o fez em 11 de janeiro último a transformadora norte-americana de embalagens flexíveis e rígidas Printpack.

8 visualizações0 comentário