Bimbo Brasil reduz 2 mil toneladas de plástico em suas embalagens no primeiro trimestre em 2021


Focada em reduzir os impactos de suas operações no meio ambiente, a Bimbo Brasil, alterou a gramatura de algumas de suas embalagens e passou a utilizar 2 mil toneladas a menos de plástico no primeiro trimestre de 2021. Com a mudança, a companhia reduziu em 24% a utilização da matéria-prima nas embalagens de bisnagas. A ação impactou também na emissão de gases, pois os pallets passaram a comportar mais unidades e a quantidade de viagens para transporte dos produtos diminuiu. Dessa forma, a empresa deixa de emitir 1.700 kg/CO2 por ano.

No próximo semestre, o plano de sustentabilidade será expandido para outras categorias de produtos. As embalagens de Rap 10 (Tortilhas), divisão na qual a empresa é líder no Brasil e responsável por inaugurar uma nova categoria de mercado, o valor de diminuição da gramatura da embalagem corresponderá a 8%. Devemos expandir esse projeto nos próximos meses para alguns produtos dentro da categoria de doces e, com isso, a previsão é que haja uma redução de emissão de 1.066 kg/CO2."