Beiersdorf desenvolve embalagem de plástico renovável


No final do ano passado, a Beiersdorf anunciou sua cooperação com a SABIC com o objetivo de produzir embalagens de cosméticos mais sustentáveis ​​a partir de polipropileno (PP) renovável certificado, substituindo o plástico virgem de base fóssil. A partir de junho deste ano, os produtos para o rosto da linha Nivea Naturally Good estarão nas prateleiras em cerca de 30 países apresentando esta embalagem inovadora e mais ecológica, produzida com resinas do portfólio Trucircle da SABIC.

Segundo a Beiersdorf, produzir uma embalagem à base de cana-de-açúcar ou de milho e, portanto, usar uma “fonte alimentícia”, estava fora de questão. Assim, foi escolhida uma matéria prima de segunda geração, o tall oil.

A nova embalagem é baseada no princípio de balanceamento de massa, de acordo com o esquema de Certificação Internacional de Sustentabilidade e Carbono (ISCC PLUS). A base de matéria-prima para o plástico renovável é o tall oil renovável certificado, que é uma matéria-prima de “segunda geração” e subproduto da indústria florestal. Ele está substituindo o petróleo bruto e, de acordo com a abordagem de balanceamento em massa, é integrado perfeitamente ao processo de fabricação, sem a necessidade de estabelecer um processo de produção separado.