top of page

Beiersdorf é reconhecida com "CDP Triplo A" pelo progresso da sustentabilidade


A Beiersdorf AG, holding alemã dona das marcas NIVEA e Eucerin, foi reconhecida pela organização sem fins lucrativos CDP por sua liderança na definição de metas, desempenho e transparência nas áreas de mudança climática, florestas e segurança hídrica, ganhando um lugar em sua prestigiosa "lista A" para as três dimensões. Para a empresa, este destaque triplo A é um grande marco e reconhecimento para a jornada global de propósito e sustentabilidade Cuidado Além da Pele e dos progressos realizados nos últimos anos no sentido de alcançar seus ambiciosos compromissos de sustentabilidade.

“Estamos orgulhosos e encantados por termos recebido uma classificação triplo A pela CDP este ano”, diz o CEO da Beiersdorf Vincent Warnery. “Fizemos grandes esforços em todo o mundo nos últimos anos para impulsionar a transformação do nosso negócio. A classificação triplo A da CDP é uma homenagem aos trabalhos para nos tornarmos líderes na nossa indústria em matéria de sustentabilidade ambiental, não só na definição de metas ambiciosas, mas também em tomada de medidas e transparência. Agradeço a todas as pessoas colaboradoras e parceiros ao longo da cadeia de fornecimento pelo forte apoio na implementação da nossa Agenda de Sustentabilidade Cuidado Além da Pele”, comenta o executivo.


CDP elogia pioneiros pela ação climática

Com base nos dados recolhidos pela CDP sobre alterações climáticas, florestas e segurança hídrica para 2022 de mais de 15 mil empresas, a Beiersdorf é uma das 12 empresas a receber um triplo A.

Jean-François Pascal, vice-presidente de Sustentabilidade Corporativa da Beiersdorf, explica a estratégia climática da companhia: “estabelecemos uma meta climática extremamente ambiciosa: uma redução absoluta de 30% nas emissões de gases do efeito-estufa nos âmbitos 1, 2 e 3 até 2025, e as metas climáticas do nosso grupo são validadas pela Iniciativa de Objetivos Baseada na Ciência (SBTi). Fizemos grandes progressos desde 2018. Conseguimos reduzir as emissões em 12,7% em todas as áreas, mesmo com a empresa em crescimento”.

Desde o final de 2019, a empresa utiliza 100% de eletricidade proveniente de fontes renováveis para todos os locais de produção e filiais em todo o mundo e, desde de janeiro de 2022, com a mudança para o biogás, converteu seu primeiro local de produção em Berlim para ser neutro em termos climáticos. A meta da empresa a médio prazo é alcançar operações neutras em termos climáticos até 2030.

Kommentare


bottom of page