Ir para página inicial RSS Visite o site da Pack

Maguary e Dafruta apostam em novas embalagens

Icone Consumo, Embalagem | Por Tatiana em 10 de outubro de 2013

1

image001

Sucos, néctares e bebidas à base de frutas em embalagens cartonadas assépticas estão se tornando cada vez mais populares entre os consumidores brasileiros. Pesquisas mostram que nestes segmentos as embalagens cartonada s são responsáveis por 70% do mercado; espera-se um crescimento anual de 11,5%até 2015. A Empresa Brasileira de Bebidas e Alimentos, conhecida como ‘ebba’, está alinhada a esta tendência, envasando suas marcas de sucesso em embalagens cartonadas da SIG Combibloc.

A ebba foi fundada em 2009 com o objetivo de consolidar duas grandes marcas (Maguary e Dafruta), ambas líderes no segmento de suco concentrado. Este ano a Maguary completa 60 anos no mercado brasileiro; enquanto a Dafruta tem mais de 25 anos. As duas marcas também ganham cada vez mais espaço nas categorias em que atuam.

Os néctares da Dafruta e da Maguary são envasados nas embalagens cartonadas combiblocMidi de 1 litro com a tampa de roscacombiSwift. As bebidas prontas para beber Premium Maguary SuperFrutas e a Limonda estão disponíveis nas embalagens combifitMidi de 1 litro. A empresa também envasa as bebidas com variados sabores de frutas, para crianças, no formato combiblocMini de 200ml com canudo. Esta grande variedade de opções possibilita à ebba oferecer o tamanho certo de embalagem para cada consumidor e situação de consumo.

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

1

Além de oferecer bebidas 100% naturais e integrais, sem adiçãNova imagemo de água, açúcar ou aditivos químicos, a marca carioca do bem™ investe em embalagens divertidas e sustentáveis. Assim, os diferenciais da bebida podem ser reconhecidos do lado de fora das embalagens da Tetra Pak que têm cores alegres e tropicais e um boneco lúdico.

O conceito divertido da marca está nos textos descontraídos com informações nas laterais, como o valor nutricional, os contatos do SAC e das redes sociais. Nas embalagens também são informados os ingredientes de cada sabor e a importância do consumo da fruta (ilustrada na caixinha) para saúde e bem-estar.

Para a criação dessas embalagens, a do bem™ realizou o Inventário de Emissões de GEE (Gases de Efeito Estufa), que é um cálculo do rastro de carbono, desde a colheita das frutas até a reciclagem das caixinhas de bebidas. Com isso, a empresa concluiu que as embalagens da Tetra Pak seriam a melhor opção para o envase.

As embalagens cartonadas assépticas das bebidas do bem™ são 100% recicláveis e formadas por 75% de matéria-prima renovável. O papel das embalagens, confeccionadas pela Tetra Pak, produzidas no Brasil, é certificado pelo Forest Stewardship Council (FSC), uma organização internacional independente que estimula a utilização ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável das florestas mundiais. Além disso, a reciclagem dos materiais da embalagem da Tetra Pak, gerando empregos e renda em uma cadeia que cresce ano a ano no País.

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

3

Empresa privada com participação do fundo de investimento financeiro norte-americano Bain Capital e do fundo de gerenciamento de ativos CDH Investments, de Hong Kong, a Tralin Pak, fabricante de embalagens cartonadas assépticas, se apresenta ao mercado brasileiro na Fispal Tecnologia.

A operação da empresa, no Brasil, vai começar com um escritório, em São Paulo, como parte de seu plano de internacionalização. Mas, se a resposta do mercado for boa, a companhia pretende investir na construção de uma planta fabril de embalagens cartonadas assépticas por aqui. “A participação na feira está sendo muito boa. Já fizemos bons contatos, que resultaram em negócios”, afirma Luiz Fernando Magalhães, responsável pelo escritório da Tralin Pak Brasil.

A companhia produz somente embalagens cartonadas assépticas Brik para leites e sucos, nos volumes de 200 ml até 1000 ml. No formato slim, elas estão disponíveis em 200 ml, 250 ml, 330 ml e 1000 ml. “O papel cartão utilizado certificado pelos SFI e PEFC é fornecido pela Meadwestvaco”, garante Peder Bergrren, diretor de negócios internacionais da Tralin Pak.

Com três fábricas na China, duas na cidade de Shandon e uma em Mongólia, a Tralin Pak emprega mais de 700 funcionários e tem capacidade de produzir 8 bilhões de embalagens cartonadas assépticas/ano. “Mas essa capacidade pode ser expandida para 12 bilhões de embalagens cartonadas assépticas/ano”, afirma Berggren. “Hoje, a maior parte dessa produção é escoada no mercado chinês. As exportações, ainda em pequeno volume, são destinadas para Europa e Oriente Médio”. A empresa também conta com uma fábrica de máquinas, em Beijin, na China, desde 2007.

A expansão geográfica é acelerada. A próxima fábrica de embalagens cartonadas assépticas será instalada, na Alemanha, e deve começar a operar já em 2011. “Queremos ser uma empresa global dentro de poucos anos”, afirma otimista Berggren. Segundo ele, o crescimento anual é vertiginoso, chegando a 300% internacionalmente. “Em 2010, a expectativa é produzir até 6 bilhões de embalagens”.

TAGS: , , , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG DA PACK

O Blog da Pack acompanha o mercado de embalagens no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades e curiosidades que envolvem toda a cadeia produtiva do setor. Este espaço é um subproduto da revista e do site Pack, editados pela redação da Editora Banas.

PARTICIPE

Dúvidas sobre o mercado de embalagem? Envie sua pergunta para guru@pack.com.br. Um especialista do setor o responderá aqui no blog.

Clique e participe agora mesmo!


Confira as respostas aqui

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

THAIS MARTINS

Formada em Jornalismo e pós-graduada em Comunicação Empresarial, Thais Martins desenvolve há mais de 15 anos estratégias de comunicação para grandes marcas por meio de diversas ferramentas, como assessoria de imprensa, mídias sociais, ações de relacionamento, eventos etc. Com 10 anos de experiência no lado editorial, também atua como editora-chefe em veículos de diferentes áreas, como saúde, moda, beleza, aço, alumínio e, agora, no setor de embalagens.

ARQUIVO


Banner do Radar Industrial