Ir para página inicial RSS Visite o site da Pack

0

Visando a criar uma das maiores companhias de embalagem do mundo, a australiana Amcor fez uma oferta de US$ 2025 milhões para a aquisição das divisões Alcan Packaging Global Pharmaceuticals, Alcan Packaging Food Europe, Alcan Packaging Food Ásia e Alcan Packaging Global Tobacco. Em junho de 2009, a Amcor, que tem operações em 34 países, movimentou vendas da ordem de 9,53 bilhões de dólares australianos. As divisões da Alcan Packaging que a companhia pretende adquirir contabilizaram vendas aproximadas de US$ 4,1 bilhões.

A proposta de aquisição faz parte do objetivo traçado pela Amcor de crescimento em áreas de negócios estratégicas, como embalagem flexível e embalagem de papel cartão. 

Ken Mackenzie, diretor-geral e chefe-executivo da Amcor, diz que apesar da crise econômica mundial, a empresa apresenta uma posição financeira sólida. “Nós tomamos decisões duras por muitos anos para reestruturar a companhia por meio de foco e disciplina. Essa aquisição vem ao encontro de nossos planos estratégicos de crescimento, construindo maior valor aos acionistas com a expansão dos negócios, enquanto a empresa obtém maior economia de escala com oportunidades como esta”.

A aquisição da Alcan Packaging pela Amcor foi submetida à aprovação regulatória, bem como a European Works Councils.  A expectativa é que a conclusão da aquisição deve ocorrer em pouco tempo. Por enquanto, Amcor e Alcan Packaging devem continuar a operar separadamente.

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

2

 

Uma das maiores fabricantes de embalagens cartonadas do mundo, a sueca Tetra Pak acaba de anunciar que as vendas alcançaram 8,8 bilhões de euros em 2008, um crescimento de 5% em relação ao ano anterior. Desse total, as soluções de embalagem responderam por 7,8 bilhões de euros, um aumento de 4,5% ante 2007, e as soluções em processamento atingiram 949 milhões de euros no ano passado, um salto de 9,3% em comparação ao período anterior. O contínuo crescimento nas América do Sul e Central, Oriente Médio, China, Sul e Sudeste da Ásia, e também América do Norte e Sudeste da Europa, conduziram o crescimento das vendas de embalagem, enquanto as soluções de processamento foram beneficiadas pelas novas vendas geradas pela aquisição de duas empresas especialistas em processamento de alimentos.

 

 

Apesar do resultado positivo, no último trimestre de 2008, o crescimento das vendas sofreu um declínio devido à queda dos investimentos em bens de capital e à baixa demanda causada pela crise econômica e a falta de crédito global.  “Durante esse tempo de economia difícil o que é mais importante é fornecer aos nossos clientes soluções de valor agregado. Com a atual estratégia, os investimentos são destinados para atender as necessidades do mercado e a continua melhoria da eficiência operacional e da qualidade, o que nos permite garantir competitividade aos nossos clientes”, diz Dennis Jönsson, presidente e CEO da Tetra Pak. 

 

 

No ano passado, a Tetra Pak forneceu 141 bilhões de embalagens para as indústrias de alimentos e de bebidas em todo o mundo, que envasaram mais de 70,6 bilhões de litros de leite, sucos, frutas, e outros produtos de consumo. Isso representa um crescimento de mais de 3% do número de bebidas consumidas em embalagens cartonadas em 2007. “Apesar da difícil situação econômica, hoje estamos confiantes no futuro do setor alimentício”, diz Jönsson, observando que o consumo de produtos alimentícios nutricionais, como leite e suco, continua crescendo. A companhia também forneceu 503 máquinas de embalagem, 1838 unidades de processamento de alimentos e 1372 peças de equipamentos em 2008.

 

 

TAGS: , , , , , , , , , ,

Deixe seu comentário

1

Em mercados selecionados de embalagem em que o papel e o plástico competem, o volume de participação do plástico vai continuar a expandir, alcançando 49% até 2012. No entanto, a participação do plástico vai crescer em ritmo mais lento que na década passada, já que o número de aplicações de embalagem está parcialmente maduro.

 

Apesar disso, o aprimoramento do plástico que permite estender o shelf life do produto e aumentar a durabilidade, além de reduzir o uso do material e atender aos requisitos de conveniência como reselabilidade e cozimento a vapor vão continuar a conduzir as oportunidades para o mercado de embalagem plástica. Esta e outras tendências são apresentadas no estudo Papel x Plástico em Embalagem da Freedonia.

 

 

 

O avanço da embalagem plástica será mais lento em mercados relativamente saturados como leite e produtos panificados, embora ela irá registrar crescimento mais rápido em garrafas pequenas de leite em função da substituição das embalagens cartonadas gabletop em escolas e restaurantes de serviço rápido. Além disso, o crescimento abaixo da média também é atribuído ao menor uso de sacos plásticos no varejo, resultado das preocupações ambientais e/ou restrições legislativas.

 

 

 

Devido ao crescimento do plástico, o consumo de papel na maioria dos mercados irá ter ganhos marginais ou continuará a diminuir até 2012. Em alguns mercados – bebidas de soja, foodservice, embalagem protetora, alimentos congelados, produtos lácteos e carnes, aves e frutos do mar – o material deve manter crescimento acima da média.

 

Apesar das perspectivas para um crescimento lento da embalagem de papelcartão, embalagens cartonadas assépticas e gabletop em vários destes mercados, a demanda total de embalagens rígidas irá expandir a um ritmo semelhante ao de embalagens flexíveis baseados em crescimento acima da média de tubos, copos, bandejas, clamshells e embalagens de  duas peças de alta visibilidade.

 

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG DA PACK

O Blog da Pack acompanha o mercado de embalagens no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades e curiosidades que envolvem toda a cadeia produtiva do setor. Este espaço é um subproduto da revista e do site Pack, editados pela redação da Editora Banas.

PARTICIPE

Dúvidas sobre o mercado de embalagem? Envie sua pergunta para guru@pack.com.br. Um especialista do setor o responderá aqui no blog.

Clique e participe agora mesmo!


Confira as respostas aqui

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

THAIS MARTINS

Formada em Jornalismo e pós-graduada em Comunicação Empresarial, Thais Martins desenvolve há mais de 15 anos estratégias de comunicação para grandes marcas por meio de diversas ferramentas, como assessoria de imprensa, mídias sociais, ações de relacionamento, eventos etc. Com 10 anos de experiência no lado editorial, também atua como editora-chefe em veículos de diferentes áreas, como saúde, moda, beleza, aço, alumínio e, agora, no setor de embalagens.

ARQUIVO


Banner do Radar Industrial